Quinta-feira, 13 de Março de 2008

VENDAVAL




Vendaval
Mar Revolto...como num espasmo de ânsia contida,
Ondas bravias espumando numa raiva surda.
Magia...
Areia que se levanta, bate no rosto qual palavra solta
que o Mar envia.
Sento ali no areal, cabelos ao vento,frio gelando a pele.
Olhos no firmamento procurando entender o céu
Cinza, mesclando a dor, a magoa, o amor.
Qual folha de papel, o céu, aonde o mar escreve
palavras soltas como num carrossel.
As nuvens cansadas e cheias de amargura
vão despejando as gotas, uma a uma,
com um misto de ternura.
E eu ali
Parada
Absorta na mistura do sentir...
Esperando.
O quê? Não sei.
Está para vir.
hoje estou....: nostalgica
melodia: silencio
publicado por adnirolfpa às 14:20
link do post | diz lá.... | favorito
|
Quarta-feira, 5 de Março de 2008

...

Banha-te nas águas desse mar
Que também me banha e
Até as ondas te mostrarem as ânsias
Em que te sinto.
Trago-te junto ao peito,
Em cada poro, como o mais belo
Perfume de absinto.
Te desejo, pecado que corrói a alma,
mas em cada beijo teu, cada carícia,
Elevo-me e solto a delicia
de me sentir tão bem
Tão Desejada.
hoje estou....: nostalgica
melodia: silêncio
publicado por adnirolfpa às 11:03
link do post | diz lá.... | favorito
|
Segunda-feira, 3 de Março de 2008

...

Vendaval
Mar revolto...como num espasmo de ânsia contida,
ondas bravias espumando numa raiva surda.
Magia...
Areia que se levanta, bate no rosto qual palavra solta
Que o mar envia.
Sento ali no areal, cabelos ao vento frio gelando a pele...
Olhos no firmamento procurando entender o céu
Cinza, mesclando a dor a magoa, o amor...
Qual folha de papel, o céu, aonde o mar escreve-
Palavras soltas como um carrossel
As nuvens cansadas e cheias de amargura
vão despejando as gotas, uma a uma, com um misto
de ternura.
E eu ali
parada
Absorta na mistura do sentir...
Esperando...
O quê? Não sei.Está para vir...
hoje estou....: nostalgica
melodia: silencio
publicado por adnirolfpa às 07:29
link do post | diz lá.... | disseram... (3) | favorito
|
Sexta-feira, 29 de Fevereiro de 2008

...

Encontrar?
Não! O mistério da vida está no procurar.
Aqui,ali,além.
Em tudo, todos, em ninguém.
Em mim, em ti...alguém.
E nunca encontrar. E nunca deixar de o procurar.
Feliz?? Quem??
hoje estou....: Nostalgica
melodia: Silêncio
publicado por adnirolfpa às 09:44
link do post | diz lá.... | disseram... (1) | favorito
|

.EU

.pesquisar

 

.Dezembro 2009

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
24
25
26
27
28
29
30
31

.Se bem me lembro...

. VENDAVAL

. ...

. ...

. ...

.arquivos

.tags

. todas as tags

.favoritos

. ZHANG ZEN

. *Desfile de Rosas...by Ad...

. A VIAGEM (3º Soneto da Co...

. Ave ferida

. O PALÁCIO DE SAL

. Alguém escreveu assim ......

. ... E SE EU NÃO DIGO ÁMEN...

. O Herege

. ABC Poético

. Calor Frágil...

.links

blogs SAPO

.subscrever feeds